Demônios da Madrugada

Eu já lhes falei sobre os Andarilhos da Madrugada. Também já lhes falei (negligentemente) sobre alguns tipos que vez ou outra caminham pelos mesmos buracos que eu: urbanos, malucos, desajustados, perdidos, e por aí vai. Mas eu ainda não lhes falei sobre diabos e demônios que espreitam nas sombras, tornando as ruas o palco dos estupros que cometem na mente dos desavisados que cruzam seus caminhos.

Dizem as lendas que poucos já encontraram estes monstros. E um número muito menor sobreviveu ao encontro. E o meu programa desta noite é encontrar um deles. Para tanto irei armado com apenas três coisas: minha loucura, dados e alguns cigarros na mão.

São exatamente 21h55 no meu relógio (que está comigo por um bom tempo: 14 anos) e passarei no Posto Avenida para comprar meus cigarros e dali pra frente é questão de sorte e perspicácia. Espero estar podendo contar com ambos.

“Alea Jacta Est”

Advertisements

One Response to “Demônios da Madrugada”

  1. - Compostella - Says:

    Como dizia algu msábio, que a história se fez perder teu nome, ou que no momento não lembro:

    “Deus não joga dados”

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: