via hendrix…

Talvez seja o silêncio da noite, ou seja a própria essência da madrugada. Hendrix é sempre boa companhia. Esteja frio ou quente, frio demais ou quente demais.

Mas é de comum acordo que o frio está de lascar. Daqueles cujo menor dos ventos avança feito lâmina no roso, esfriando a cabeça, apressando o passo e ludibriando o coração. Bate a saudade dum passado próximo, ou até mesmo distante, no frio que pede boa bebida e melhor companhia. No arder daqueles lábios ou na solitária madrugada vazia.

Não faz diferença, no final das contas. A madrugada é sempre um capítulo misterioso nos clichês insanos do dia-a-dia.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: